Você está aqui

Ainda não há notícias de nossos três colegas sequestrados há 6 anos

14/07/2019
Profissionais foram levados durante uma atividade de avaliação na RDC
Ainda não há notícias de nossos três colegas sequestrados há 6 anos

Seis anos depois de nossos colegas Romy, Richard e Philippe serem sequestrados, Médicos Sem Fronteiras (MSF) permanece sem notícias. Em 11 de julho de 2013, quatro membros da equipe de MSF participavam de uma atividade para avaliar as necessidades médicas em um vilarejo em Kamango, na província de Kivu do Norte, na República Democrática do Congo. Enquanto estavam lá, as Forças Democráticas Aliadas armadas (FDA) atacaram o vilarejo e sequestraram nossos colegas.

Muitos grupos armados continuam alimentando um clima de medo nesta região delimitada pelas montanhas Rwenzori e as densas florestas do Parque Nacional de Virunga. Ali, os sequestros são comuns.  

Depois de mais de 13 meses em cativeiro, em 29 de agosto de 2014, uma das profissionais de MSF raptadas em Kamango conseguiu aproveitar as operações militares do exército congolês contra a FDA e fugir. Enquanto muitas outras vítimas de sequestro também conseguiram escapar da vigilância de seus captores durante este período, lamentavelmente Philippe Bundya Musongelwa, Richard Muhindo Matabishi e Romy Ya-Dunia Ntibanyendera não estavam entre eles. Todos os três ainda estão desaparecidos.

Nossa organização continua totalmente comprometida com nossos três colegas e nossos pensamentos estão com suas famílias e amigos. A busca por Philippe, Richard e Romy continua. Nossa organização deseja expressar sua gratidão às autoridades por toda sua ajuda e esforços para resolver esta situação e garantir a libertação de nossos três colegas.

Leia mais sobre

MSF usa cookies neste site para melhorar sua experiência.
Saiba mais na

Política de Privacidade. Aceitar