Você está aqui

4 cidades brasileiras onde MSF atua contra a pandemia da COVID-19

04/06/2020
Equipes atendem grupos vulneráveis em São Paulo, Rio de Janeiro, Manaus e Boa Vista
4 cidades brasileiras onde MSF atua contra a pandemia da COVID-19

Foto: Mariana Abdalla/MSF

O Brasil atualmente é o segundo país, depois dos Estados Unidos, com o maior número de casos confirmados de COVID-19. As atividades de Médicos Sem Fronteiras (MSF) em cidades brasileiras com altos índices de contágio pelo novo coronavírus buscam reduzir a sobrecarga do sistema de saúde e oferecer possibilidades de atenção médica para grupos vulneráveis, como pessoas em situação de rua, migrantes, indígenas, usuários de drogas e idosos que moram em asilos. Conheça nosso trabalho:

 

Manaus

 

MSF trabalha em seis abrigos para refugiados e pessoas sem moradia em Manaus, onde realiza sessões de promoção de saúde e atividades para garantir medidas adequadas de higiene e vigilância médica para identificar pessoas com suspeita de COVID-19. No final do mês de maio, construímos 12 leitos de UTI e 36 leitos para casos moderados no Hospital 28 de Agosto.

 

Para chegar à população que vive em áreas remotas do estado do Amazonas, MSF pretende oferecer treinamentos para líderes comunitários, que poderão compartilhar mensagens de promoção de saúde com suas comunidades.

 

São Paulo

 

Na capital paulista, MSF cuida da atenção médica em centros de isolamento para pacientes com sintomas leves da COVID-19. Também temos equipes móveis que vão até locais frequentados pela população de rua para realizar consultas, triagem de casos suspeitos, encaminhamento de casos graves para hospitais e orientações de higiene. Profissionais de MSF capacitaram trabalhadores da área de saúde sobre utilização de equipamentos de proteção, higiene e procedimentos de distanciamento social.

 

Rio de Janeiro

 

Equipes de MSF realizam atividades de promoção de saúde, triagem e consultas básicas no Rio de Janeiro e distribuem kits de higiene para a população de rua. Os mais pobres e vulneráveis estão mais expostos a ficar sem assistência. Também damos treinamentos sobre controle e prevenção de infecções para profissionais de saúde que vão atuar nos hospitais de campanha em construção.

 

Boa Vista

 

Na capital do estado de Roraima, MSF está adaptando as atividades do projeto voltado a migrantes e refugiados venezuelanos, existente desde 2018, para colaborar com os esforços locais de combate à COVID-19. Trabalhamos para prevenir a disseminação da doença entre essa população, com ações que visam melhorar condições de higiene, de acesso à água e a cuidados de saúde. Também são fornecidas orientações sobre a necessidade de adotar medidas de distanciamento social.

MSF usa cookies neste site para melhorar sua experiência.
Saiba mais na

Política de Privacidade. Aceitar