Você está aqui

Humanitarian Affairs Officer

Trabalhar com Assuntos Humanitários com MSF pode ser uma tarefa de quebrar o coração. Onde as pessoas estão destroçadas, deslocadas e afetadas por todo tipo de doença, é o HAO que recolhe testemunhos e os traz de volta para que MSF possa difundi-los. Estes testemunhos permitem a MSF expor o impacto que os conflitos e o abandono têm sobre as populações, e para sensibilizar sobre a necessidade de aliviar o sofrimento delas.

Os nossos HAO estão geralmente baseados na capital do país em que trabalham, e são responsáveis pela coleta de informações de todos os atores envolvidos em uma situação de desastre ou conflito no país onde eles estão trabalhando e, posteriormente, pelo desenvolvimento de uma advocacy estratégica e instrumentos de comunicação para apoiar as nossas operações em situações que dificultam ou impossibilitam o acesso de MSF aos pacientes, ou pela difusão da nossa voz e dos nossos princípios. O principal trabalho dos HAO é o componente 'testemunho' do trabalho de MSF, documentando de maneira independente e neutra desastres e conflitos, a fim de trazer o sofrimento das vítimas aos olhos do público.

Entre eles estão os beneficiários, outras ONG internacionais, agências da ONU, a equipe de MSF e as partes em conflito. A informação que coletam é então analisada e utilizada para elaborar relatórios imparciais sobre uma ampla variedade de questões. Estes podem incluir: a eficácia da resposta dos agentes humanitários a uma crise, a comunicação pública de crimes de guerra cometidos contra civis por parte de atores armados ou a coleta de testemunhos de mulheres que sofreram violência sexual, devido à falta de segurança nos campos de deslocados.

A voz de MSF pode ser fundamental para superar os limites da assistência humanitária.

 

De um HAO, espera-se que:

Participe na definição e segmentação de mensagens de apoio e de sensibilização para as questões médico-humanitária aos níveis locais e nacionais, tais como:

- Questões de violência, o deslocamento e a proteção;

- A disponibilidade, o acesso, à assistência médica de qualidade;

- Ação humanitária baseada sobre princípios.

- Prepare análise e material escrito de advocacy para uso interno e externo (briefings, cartas, documentos de posicionamento);

- Desenvolva e mantenha relações com as autoridades locais (sejam estaduais ou tradicionais) e comunidades, agências da ONU e outros atores humanitários e parceiros internacionais, para promover as prioridades e preocupações de MSF;

- Estabeleça relações de trabalho com os intervenientes não estatais locais e regionais relevantes, think tanks, instituições acadêmicas, organizações de defensa dos direitos humanos, para organizar e coordenar iniciativas;

- Colabore com os Coordenadores de projeto, o Coordenador médico e o Chefe de Missão para apoiar o desenvolvimento de estratégias operacionais coerentes para dar as respostas mais adequadas à situação médico-humanitária;

- Realize pesquisas e ofereça uma análise de dados a respeito do contexto local para apoiar projetos e orientar os programas médico-operacionais;

- Realize uma análise das partes interessadas (poder, recursos e atores-chave), procurando oferecer bases para um melhor entendimento das dinâmicas locais e assim favorecer à aceitação e melhorar as respostas operacionais e de advocacy a favor das populações necessitadas;

- Monitore e atualize regularmente as informações sobre as dinâmicas do sistema de ajuda humanitária (planejamentos ONG/doador) e interações com as autoridades locais (sejam estaduais ou tradicionais) para aumentar o impacto local do trabalho de advocacy e a pressão política de MSF segundo os seus planos operacionais, atividades regulares e os objetivos gerais de advocacy médico-humanitária;

- Revise o sistema de coleta de dados já em vigor no nível dos projetos e da missão

- Caso seja necessário, formule e implemente sistemas de coleta de dados sobre questões médicas e humanitárias, a fim de fornecer informações confiáveis para o desenvolvimento das estratégias operacionais e de advocacy;

- Caso seja necessário, apoie a Coordenação médica oferecendo um componente advocacy/assuntos humanitários na formulação de pesquisas operacionais;

- Lidere discussões, treinamentos, palestras, etc., sobre os princípios de MSF, o direito internacional humanitário, ética médica e advocacy a nível dos projetos para sensibilizar os funcionários locais e expatriados de MSF sobre esses temas.

 

Requisitos Essenciais:

- Formação acadêmica de nível de mestrado em um dos seguintes campos: Antropologia. Ciências políticas ou sociais, Direito, Estudos de gênero, Proteção;

- Excelentes habilidades na expressão escrita, de investigação e de análise em temas pertinentes à assistência humanitária;

- Fluência em francês e inglês;

- Pelo menos uma missão anterior em um papel semelhante com uma ONG internacional;

- Experiência na advocacy aplicada às crises humanitárias;

- Forte capacidade de organização e comunicação;

- Excelentes habilidades interpessoais;

- Capacidade de trabalhar sob pressão com prazos curtos e forte capacidade de ser multi-task;

- Boa compreensão dos debates atuais de temática humanitária e da natureza / do dilema /compromisso das intervenções humanitárias modernas;

- Disponibilidade para trabalhar e viajar em ambiente de segurança instável

 

Desejável:

- Fluência em espanhol ou árabe.

 

Envie um email para recrutamento@rio.msf.org com seu currículo somente em inglês ou francês e da carta de motivação em português.