Você está aqui

Paraguai

Paraguai

Em dezembro, um projeto de três anos que ajuda a desenvolver uma conscientização melhor, diagnóstico e tratamento da doença de Chagas chegou ao fim.

As áreas remotas e rurais, como a região de do Chaco Parauguaio, são as mais atingidas pela falta de acesso aos serviços médicos para a potencialmente fatal doença de Chagas, provocada por uma infecção transmitida pelo triatomíneo.

Medical services for the potentially fatal Chagas disease, caused by a parasitic infection transmitted by the triatomine bug, are particularly lacking in remote, rural areas such as Paraguayan Chaco region.

Em Boquerón, Médicos Sem Fronteiras (MSF), em colaboração com o Ministério da Saúde, criou uma estratégia piloto de intervenção para aproximar o diagnóstico e o tratamento das comunidades mais isoladas do Chaco. As atividades foram integradas no hospital regional do Boqueirão, dois hospitais menores e 15 centros de saúde e postos de saúde. Equipes móveis também visitaram 120 comunidades remotas que sofriam com a falta de acesso a uma infraestrutura local de saúde.

In Boquerón, Médecins Sans Frontières (MSF), in collaboration with the Ministry of Health, piloted an intervention strategy to bring diagnosis and treatment closer to Chaco’s most isolated communities. Activities were integrated into Boquerón regional hospital, two smaller hospitals, and 15 health centres and health posts. Mobile teams also visited 120 remote communities that lacked a local health infrastructure.

O projeto foi complementado por atividades de educação da comunidade em todo o país e pelo treinamento de profissionais médicos (por meio de workshops e encontros acadêmicos) e das pessoas que fariam a vigilância entomológica do inseto. Foi criado um Guia Escolar de Chagas em colaboração com um grupo de professores e 196 pessoas foram treinadas para usá-lo como guia nas atividades de educação de saúde.

No total, 15.330 pessoas foram testadas para Chagas e 1.632 receberam tratamento no decorrer do projeto.

MSF continua apoiando as autoridades paraguaias de saúde à distância no desenvolvimento de um protocolo nacional para o diagnóstico e o tratamento de Chagas. MSF defende que os cuidados de Chagas façam parte do sistema básico de saúde e que sejam integrados às atividades de educação da comunidade e à vigilância e o controle entomológico.

MSF começou a trabalhar no país em 2010.

 

Notícias

Início da Atuação: 
2010
Atividades Médicas: 
Doença de Chagas