Você está aqui

Mauritânia

Mauritânia

Há cerca de 50 mil refugiados malineses vivendo no campo de refugiados de Mbera, na Mauritânia. Eles dependem quase que inteiramente da ajuda internacional para sua sobrevivência, e muitos carecem de abrigo e alimentação adequados.

A crise política e de segurança que eclodiu no Mali em 2013 obrigou milhares de malineses a fugir para a Mauritânia, do outro lado da fronteira. Apesar do início do processo de pacificação em 2014, a falta de segurança no norte do Mali é tamanha que praticamente não há presença nem serviços do governo na região. Os grupos armados se dispersaram enquanto ataques violentos dissuadiram os refugiados da ideia de voltar para seus lares.

Médicos Sem Fronteiras (MSF) oferece cuidados de saúde básicos e emergenciais, além de serviços ginecológicos e obstétricos para os refugiados do campo de Mbera e para as comunidades locais das regiões próximas de Bassikounou e Fassala. Ao oferecer apoio a hospitais e clínicas do governo, MSF garantiu que todos nas áreas economicamente marginalizadas tivessem acesso ao atendimento de saúde gratuito pela primeira vez. Em 2015, a maioria dos procedimentos cirúrgicos responsáveis por salvar vidas foi composta por cesarianas e cirurgias viscerais e ortopédicas.

MSF atua no país desde 1994.

Notícias

Início da Atuação: 
1994
Atividades Médicas: 
Sarampo
Desnutrição