Você está aqui

Bielorrússia

Bielorrússia

Em 2015, Médicos Sem Fronteiras (MSF) inaugurou seu primeiro projeto na Bielorrússia, onde a incidência de tuberculose resistente a medicamentos (TB-DR) é extremamente alta. Estima-se que mais da metade dos pacientes de tuberculose bielorrussos tenham a variante multirresistente da doença.

MSF oferece apoio ao Ministério da Saúde local em três pontos de tratamento de tuberculose (TB) na capital, Minsk, e também trabalha em um centro de hospitalização próximo, em Volkovichi, com o objetivo de aprimorar o tratamento ambulatorial para TB-DR. MSF também oferece aconselhamento e apoio socioeconômico aos pacientes, e está usando novos medicamentos para tratar pessoas com tuberculose ultrarresistente a medicamentos (TB-XDR).
Mais de 100 pacientes com tuberculose receberam diagnóstico anterior ao tratamento, tratamento com sessões regulares de aconselhamento e apoio alimentar para ampliar o tempo de permanência. MSF também ofereceu tratamento usando novos medicamentos (bedaquilina e delamanida) a 12 pacientes com TB-XDR.

MSF atua no país desde 2015.

História de paciente:

Oleg, 26 anos, que trabalha na área de construção civil em Minsk, foi diagnosticado com tuberculose e submetido a tratamento em 2012, mas não apresentou melhora. Em agosto de 2015, foi recebido no programa de MSF e deu início a um novo regime de tratamento que inclui um novo e promissor medicamento contra tuberculose, bedaquilina. Oleg responde bem ao tratamento e informa que seu apetite aumentou, sentindo-se muito melhor agora. Agradece o apoio que tem recebido de Igor, orientador de MSF encarregado dos pacientes: “Posso compartilhar com ele meus problemas e preocupações. Isso ajuda a suportar o longo tratamento.” Oleg sente saudades da esposa e da filha de dois anos, e quer voltar para casa curado. Ele oferece um conselho a outros pacientes com tuberculose: “São muitos os motivos para fazer o tratamento. Nada pode ser pior que essa doença.”
 

Notícias

Atividades Médicas: 
Tuberculose