Você está aqui

Três integrantes de MSF morrem em incidente na Somália

28/01/2008
Vítimas são o médico queniano Victor Okumu, o especialista em logística francês Damien Lehalle e o motorista somali Mohmed Bidhaan Ali

É com grande pesar que Médicos Sem Fronteiras (MSF) confirma a notícia de que três integrantes de sua equipe foram mortos na cidade de Kismayo, na Somália, em um local não muito distante de onde MSF trabalha.

As vítimas são um médico queniano, um especialista em logística francês e um motorista somali. Victor Okumu era um cirurgião de 51 anos que já tinha trabalhado com MSF em diversos projetos, como o de Darfur e Serra Leoa; Damien Lehalle tinha 27 anos e era especialista em logística em sua segunda missão com a organização; Mohmed Bidhaan Ali era o motorista somali. Outro integrante da equipe ficou levemente ferido.

Os corpos das vítimas foram transportados para o hospital de Kismayo e depois levados de avião com o resto da equipe internacional para Nairóbi. O resto da equipe está bem.

As circunstâncias exatas do dramático incidente ainda não estão claras, mas no momento nossa prioridade é tomar conta dos mais afetados nessa tragédia, particularmente os familiares das vítimas.

Nós vamos sentir muitas saudades de Victor, Damien e Billam e mais uma vez manifestamos nossos sentimentos a suas famílias e seus amigos.

MSF abriu um projeto de cirurgias de emergência em Kismayo em Setembro de 2007, oferecendo, entre outras coisas, cirurgias obstétricas de emergência. MSF trabalha continuamente na Somália por mais de 16 anos e atualmente oferece atendimento médico em 11 regiões do país. Cerca de 60 integrantes da equipe internacional de MSF e mais de 800 somalis realizam mais de 300 mil consultas e internam cerca de 10 mil pessoas a cada ano.

Leia mais sobre