Você está aqui

Petição pela libertação de Arjan Erkel será entregue em Moscou no dia 2 de abril

01/04/2003
A entrega da petição na Rússia será, a princípio, na Praça da Revolução em Moscou. Neste mesmo dia, outras atividades organizadas por MSF devem acontecer nas embaixadas russas em vários países.

Representantes Seniors de Médicos Sem Fronteiras, juntamente com familiares de Arjan Erkel, devem apresentar uma petição às autoridades russas na quarta-feira, 2 de abril, pedindo a libertação do coordenador de MSF no norte do Cáucaso. Mais de 300.000 pessoas, de todas as partes do mundo, já assinaram a petição pedindo às autoridades da Rússia e do Daguestão que aumentem seus esforços para uma solução segura para o seqüestro de Arjan.

Arjan Erkel é o coordenador da missão de MSF no Daguestão e foi seqüestrado no dia 12 de agosto de 2002. Mais de sete meses após o seqüestro, nem MSF nem os familiares receberam qualquer informação sobre o paradeiro ou sobre as condições de Arjan.

MSF vem fazendo constantes apelos pela sua imediata libertação. Em releases e informes anteriores, a organização protestou contra o fato de um trabalhador de ajuda humanitária ser alvo de seqüestro e a União Européia já pediu às autoridades russas que façam todo o possível para garantir que Arjan seja libertado de forma segura e com vida.

MSF continua a colher assinaturas para a petição até a data da entrega e deseja agradecer a todos pelo apoio recebido.
 

Leia mais sobre