Você está aqui

MSF envia 68 toneladas de material médico e logístico para Libéria

04/08/2003
MSF envia 68 toneladas de material médico e logístico para Libéria

Dois aviões cargueiros chegaram no dia 1° de agosto a Monróvia, capital da Libéria, levando material de ajuda humanitária a centenas de milhares de civis sitiados. As 68 toneladas de material médico e logístico são destinadas aos hospitais e às estruturas de saúde mantidos por Médicos Sem Fronteiras.

Nas últimas duas semanas, as equipes de MSF em Monróvia trataram 400 feridos de guerra. No estádio de Samuel Doe, onde 40 mil pessoas buscam abrigo, as equipes de MSF realizam mais de 250 consultas por dia.

“Nossos profissionais – tanto os internacionais quanto os nacionais – estão trabalhando em condições extremamente precárias” explica Dra Mercedes Tatay, do centro de emergência de MSF em Paris. “Essas condições apenas refletem a situação desesperadora dos civis que vivem sob bombardeio intenso e tiroteios. Não temos como estimar quantos feridos de guerra ou pacientes de cólera não vêm tendo acesso à assistência de saúde por causa dos conflitos”.

As equipes de MSF em Monróvia trataram 700 pacientes de cólera nas primeiras duas semanas de julho. É impossível saber a extensão da epidemia na capital já que os conflitos dos últimos dias tornaram praticamente inviável o acesso aos centros de tratamento de cólera e pontos de re-hidratação.

Comida está se tornando cada vez mais escassa na capital e os preços subiram muito: o preço de uma tigela de arroz está dez vezes mais caro.

Uma outra equipe de MSF continua trabalhando num campo de deslocados internos com 60.000 pessoas, na região de Bong. Eles não recebem qualquer distribuição de alimentos desde maio. Três quartos do país ainda não têm acesso a ajuda humanitária.

Existem 300 profissionais liberianos trabalhando atualmente para MSF em Monróvia assim como 11 profissionais internacionais, incluindo um cirurgião e um anestesista.

Leia mais sobre