Você está aqui

MSF confirma a captura de dois profissionais na Somália

20/04/2009
Médico belga e enfermeiro holandês foram levados por grupo armado quando voltavam de uma visita de supervisão

Médicos Sem Fronteiras (MSF) confirma que dois integrantes de sua equipe foram capturados neste domingo na região Bakool, na Somália. O médico belga e o enfermeiro holandês voltavam de uma visita de supervisão quando foram parados por um grupo de homens armados, na estrada entre Rabdhore and Hudur. Os dois foram levados, mas todos os colegas somalis foram liberados.

Até onde sabemos, não houve uso da violência, além de alguns tiros dados para o ar. Três carros foram levados e, mais tarde, encontrados abandonados não muito longe de onde o incidente aconteceu. Ainda assim, MSF não conseguiu restabelecer contato com os dois funcionários capturados.

MSF é o principal provedor de acesso gratuito à saúde em todo Sul e Centro da Somália, oferecendo cuidados primários de saúde, tratamento para desnutrição, assistência aos deslocados internos, serviço cirúrgico, água e material emergencial em nove regiões. Devido à situação de segurança volátil, MSF atualmente não tem nenhum funcionário internacional no país. O trabalho humanitário da organização continua a ser realizado graças à equipe nacional que mantém os programas, com ajuda de uma equipe baseada em Nairóbi, que visita o projeto para dar o apoio fundamental sempre que é possível.

MSF está fazendo tudo que é possível para garantir a volta de seus colegas com segurança. Nossos pensamentos estão com eles e com suas famílias. Levando-se em conta a delicada situação e nosso respeito pelas famílias, MSF não tem como oferecer mais nenhuma outra informação neste momento.

Leia mais sobre