Você está aqui

Livro reúne histórias vividas em projetos de Médicos Sem Fronteiras

15/06/2012
Mario Vargas Llosa e Eliane Brum estão entre os nove autores de “Dignidade!”, que será lançado na próxima semana

 Nove escritores de diferentes nacionalidades conheceram de perto o trabalho da organização humanitária Médicos Sem Fronteiras (MSF) em alguns dos países mais pobres do mundo. De suas viagens, Mario Vargas Llosa, Eliane Brum, Esmahan Aykol, Paolo Giordano, Alicia Giménez Bartlett, Tishani Doshi, Catherine Dunne, James Levine, Wilfried N’Sondé trouxeram os textos emocionantes que compõe o livro Dignidade!. Já disponível em livrarias de todo o Brasil, o livro da editora LeYa será lançado no dia 18 de junho em São Paulo e no dia 27 de junho no Rio de Janeiro.

Dignidade! conta histórias de pessoas que vivem em situação de conflitos armados, fome, epidemias ou são completamente excluídas de um sistema de saúde. Mario Vargas Llosa, vencedor do prêmio Nobel de Literatura em 2010, escreveu uma reportagem sobre a situação no Congo, que já nas primeiras linhas tiram o fôlego do leitor:

'“O problema número um do Congo são os estupros”, disse o doutor Tharcisse. “Matam mais mulheres que o cólera, a febre amarela e a malária. Cada bando, facção, grupo rebelde, inclusive o Exército, onde encontra uma mulher procedente do  inimigo, a estupra. Ou melhor, a estupram. Dois, cinco, dez, quantos sejam. Aqui, o sexo nada tem a ver com o prazer, só com o ódio. É uma maneira de humilhar e desmoralizar o adversário.”

Os escritores ficaram livres para escolher o gênero literário de seus textos. “Foi uma grata surpresa ver que os textos, de certa forma, se complementam, dando uma vasta dimensão do trabalho da organização. Varga Llosa, por exemplo, fala mais do contexto do país que ele visitou; Eliane Brum mostra a dor dos pacientes; Giodarno aborda transformações íntimas de quem larga uma vida de conforto para viver uma realidade completamente diferente; WilFried N´Sonde descreve um atendimento de emergência e Alicia Giménez Bartlett escreve sobre os impactos de se ver diante de uma situação que ela nem imaginava existir”, diz o diretor executivo de Médicos Sem Fronteiras no Brasil, Tyler Fainstat. “Todos tentam resgatar a dignidade das pessoas atendidas por MSF.”

Os escritores não cobraram pelo trabalho e 5% do valor das vendas do livro será revertido para Médicos Sem Fronteiras.

Confira os lançamentos:

São Paulo
Dia:
18 de Junho
Hora: 19h
Local: Teatro Eva Herz - Livraria Cultura do Conjunto Nacional - Av. Paulista, 2073, Consolação

Rio de Janeiro
Dia: 27 de Junho
Hora: 19h
Local: Livraria Travessa do Shopping Leblon - Avenida Afrânio de Melo Franco, 290 - Leblon