Você está aqui

Caminhões de ajuda humanitária de MSF deixam hoje Amã em direção a Bagdá

26/03/2003
Médicos Sem Fronteiras avisou as tropas de coalizão e os oficiais iraquianos sobre o comboio, e os caminhões estão claramente identificados como humanitários. Enviar suprimentos como estes é parte das operações de MSF para todas as situações de guerra.

MSF enviou hoje dois caminhões com suprimentos médicos de Amã para Bagdá. As dez toneladas de material incluem materiais para 300 cirurgias, remédios para pós-operatório, suprimento de água e saneamento e alguns alimentos.

Enquanto isso, uma equipe de MSF na capital do Iraque vem ajudando funcionários do hospital geral al-Kindi - com 250 leitos - ao norte de Bagdá. O cirurgião, o anestesista e o médico de MSF continuarão, nos próximos dias, trabalhando junto com seus colegas iraquianos no hospital. Antes porém, MSF já havia doado material cirúrgico e um kit de emergência suficientes para tratar 150 feridos. Se necessário, ataduras para tratar vítimas de queimaduras também poderão ser fornecidas.

“MSF avisou as tropas de coalizão e os oficiais iraquianos sobre o comboio, e os caminhões estão identificados claramente como humanitários”, disse a parteira Catrine Schulte-hillen, de Amã.

“No momento, funcionários do hospital al-Kindi estão trabalhando duro para cuidar dos pacientes e MSF pode oferecer ajuda se necessário. Enviar supirmentos como estes é parte das operações de MSF para todas as situações de guerra”.

Atualmente MSF tem uma equipe internacional de seis pessoas em Bagdá formada por voluntários da Itália, Áustria, Noruega, Sudão e Argélia. MSF também está monitorando a situação a partir de alguns paises vizinhos incluindo Síria e Irã.

Leia mais sobre