Você está aqui

Abaixo-assinado

24/04/2001
Abaixo-assinado

Mais de 250 mil pessoas no mundo inteiro apoiaram os esforços do governo sul-africano para tornar remédios essenciais mais acessíveis para a sua população. Do outro lado, as 39 empresas farmacêuticas retiraram incondicionalmente o processo.

Com mais de 4 milhões já infectados, a África do Sul tem o maior número de pessoas vivendo com HIV/Aids no mundo. Pouquíssimas têm acesso ao tratamento que tem estendido e melhorado as vidas de pessoas em países mais ricos.

Desde 1998, a indústria farmacêutica vinha bloqueando a lei dos medicamentos, sustentando que esta lei feria os seus direitos de patentes. Durante este período, 400 mil sul-africanos morreram de causas ligadas à Aids. Os altos preços estão efetivamente impedindo o acesso de pacientes pobres aos medicamentos, condenando-os a uma morte prematura.

A mobilização de pessoas de todo o mundo - incluindo mais de 2500 abaixo-assinados brasileiros - cooperaram muito para esta vitória histórica.

Outras organizações que apoiaram esta ação
Fórum ONGAids RJ
Grupo Pela Vidda RJ

As empresas
39 empresas farmacêuticas que moveram a ação contra o governo sul-africano