Você está aqui

Junte-se a nós em defesa de hospitais e pacientes! #NãoSãoUmAlvo

02/05/2016
Campanha solidária de mídias sociais para apoiar a proteção de civis e infraestruturas civis, pacientes, profissionais médicos e hospitais em meio a conflitos.

 

No dia 3 de maio de 2016, o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) votará uma resolução projetada para impedir futuros ataques contra hospitais, pacientes e civis em zonas de guerra. Nós acompanhamos de perto a elaboração dessa resolução, e agora precisamos da sua ajuda para garantir que ela seja o mais forte possível.

A organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) lançou uma campanha solidária de mídias sociais para apoiar a proteção de civis e infraestruturas civis, pacientes, profissionais médicos e hospitais em meio a conflitos.

Há alguns meses, depois que nosso hospital de trauma em Kunduz, no Afeganistão, foi atacado e destruído pelas Forças Armadas dos Estados Unidos, MSF fez um apelo pela proteção de instalações médicas por meio de uma petição que pedia uma investigação independente sobre o bombardeio. Agora, esperamos que você se junte a nós no próximo passo dessa campanha.

Especificamente, MSF quer garantir que essa resolução vá:

• Reafirmar as obrigações existentes de todos os países sob o Direito Internacional Humanitário (DIH);
• Reafirmar a proteção da oferta imparcial de cuidados médicos, de profissionais de saúde e de todos os pacientes, independentemente de seu histórico (conforme o DIH);
• Estabelecer investigações independentes eficazes para relatar ataques contra instalações médicas e responsabilizar aqueles que atacam.

O que você pode fazer?
1. Divulgue a ação nas redes sociais usando a hashtag #NãoSãoUmAlvo

Faça a sua voz ser ouvida e demande que os Estados-membros da ONU apoiem a versão mais forte possível dessa resolução compartilhando as seguintes mensagens:

Twitter
• Ataques contra hospitais devem cessar! Isso não pode ser a norma. Conselho de Segurança da ONU deve reafirmar que hospitais #NãoSãoUmAlvo

• Eu apoio #MSF no pedido ao Conselho de Segurança da #ONU para que reafirme que hospitais #NãoSãoUmAlvo.

Facebook
Copie e compartilhe a seguinte mensagem no Facebook:

Em média, uma estrutura de saúde apoiada por Médicos Sem Fronteiras na Síria foi bombardeada por semana em 2015 e nas primeiras seis semanas de 2016. Profissionais e estruturas de saúde de MSF também foram alvos de ataques em Iêmen, Sudão do Sul e Afeganistão, entre outros países, causando sofrimento, morte e destruição intoleráveis.

Eu apoio MSF no pedido ao Conselho de Segurança da ONU para que reafirme a proteção de cuidados médicos imparciais, de profissionais de saúde e todos os pacientes, independentemente de seu histórico, e que estabeleça investigações independentes e eficazes para relatar ataques contra instalações médicas e responsabilizar aqueles que as atacam. Hospitais #NãoSãoUmAlvo. www.msf.org.br/nao-sao-um-alvo
 

Leia mais sobre