Opinião do Doador

Menu

Marcia Brandão

 

Doadora desde 2014

Luiz Eduardo Almeida de Oliveira

 

Doador desde 2008 e embaixador* desde 2013

Opinião do doador

“Conheci MSF assistindo à propaganda de televisão e me tornei logo me tornei doadora da organização. Entre tudo que eles fazem, o nicho de atuação que mais me chama atenção é o tratamento de crianças desnutridas nos mais diferentes lugares do mundo. Procuro acompanhar as notícias sobre o que está sendo feito, sobretudo por meio da revista InformAção, e sempre que tenho a oportunidade falo sobre o assunto para todos os que fazem parte de meu círculo social. Sempre me impressiona o desprendimento e a compaixão dos profissionais, que se disponibilizam para salvar vidas nos lugares mais vulneráveis, onde as pessoas passam por grandes necessidades e não têm o mínimo de acesso à saúde. Acho o trabalho da organização incrível, e tento fazer minha parte doando e divulgando o que fazem, para mostrar a importância dessas doações entre meus conhecidos.”

“Quando me tornei doador, MSF me chamou atenção por seus três princípios básicos de atuação: independência, imparcialidade e neutralidade. Admiro muito, também, a transparência da organização no direcionamento dos recursos recebidos, bem como a prestação de contas. Outro aspecto que me interessa é a atuação dos profissionais em projetos. Leio os diários de bordo dos profissionais que trabalham nos projetos e imagino o quão transformadora pode ser uma experiência em campo, tanto para os que atuam ali como para os que recebem os serviços oferecidos. Eu mesmo tinha o sonho de, algum dia, participar de um projeto. Porém, por ora, o mecanismo de contribuição que posso oferecer é financeiro. Fazer isso como doador e depois aumentar meu compromisso e responsabilidade tornando-me Embaixador é dar um passo para fortalecer os princípios e a atuação de MSF. O trabalho de MSF nos mostra que olhar para além das paredes que nos cercam é levar um pouco de alívio àqueles em sofrimento, ainda que isso não seja feito de forma direta ou ao vivo.”

*O título de Embaixador de MSF-Brasil foi criado para reconhecer o expressivo apoio de um grupo de doadores brasileiros a MSF.


Para obter mais informações, visite
www.msf.org.br/campanha-embaixadores ou envie um e-mail para embaixador@rio.msf.org

MSF responde

 

Por que meu banco me informou que MSF emitiu um boleto em meu nome?

De acordo com alteração feita pela Federação Brasileira de Bancos, a partir de 2017, todos os boletos emitidos no país passaram a ser registrados em uma plataforma desenvolvida pela rede bancária. Assim, os bancos podem informar o cliente quando um novo boleto for emitido em seu nome. Como MSF utiliza malas diretas para captar recursos, e elas podem conter um boleto para doação, os doadores podem ser notificados sobre o registro desse boleto emitido pela organização em seu nome. É importante esclarecer que o pagamento desse boleto, assim como de todos os outros enviados por MSF, é totalmente facultativo e, caso deseje doar, o valor sugerido pode ser substituído por qualquer outro. Para saber mais, acesse http://www.msf.org.br/boleto-com-registro.

 

Este espaço foi criado para responder às dúvidas frequentes dos doadores de MSF. Sua participação é muito importante para nós.

 

Atualize seus contatos (e-mail e telefone) e nos ajude a reduzir nossos custos.
Seja um Doador Sem Fronteiras e indique amigos, familiares empresas para nos apoiarem.
Entre em contato pelo e-mail doador@msf.org.br ou acesse www.msf.org.br

Menu

Menu

Menu

Menu

Menu

Menu

Menu