Você está aqui

Uma manhã com um agente de saúde de MSF no Curdistão iraquiano

23/10/2014

O acampamento de Kawargosk, no Curdistão iraquiano, hoje abriga mais de 13 mil refugiados sírios. Ali, um banheiro é compartilhado por membros de até dez tendas e o esgoto corre sem tratamento algum a céu aberto. Shihab é agente de saúde comunitária de Médicos Sem Fronteiras e refugiado suas atividades incluem a conscientização das pessoas sobre a importância de cuidados com a higiene e da prática de exercícios. Confira as imagens de uma manhã de seu trabalho no acampamento. (Fotos: Karem Issa/MSF)

A reunião no centro de saúde, que fora realizada na semana seguinte, contou com a participação de 100 refugiados. A importância da prática de exercícios foi discutida e eles foram encorajados a fazê-lo regularmente.

Atualmente, há mais de 200 mil refugiados sírios no Curdistão iraquiano, sendo que mais de 90 mil estão na província de Erbil. MSF inaugurou projetos no campo de Kawargosk em setembro de 2013 e no campo de Darashakron em março de 2014, oferecendo cuidados de saúde primária e serviços voltados para a saúde mental. Mais de 70 mil consultas de saúde primária foram realizadas, bem como mais de 600 sessões de saúde mental. Em outubro de 2014, MSF repassou suas atividades de saúde primária em Darashakran e está em meio ao processo de repasse das atividades de saúde primária em Kawargosk. A organização vai continuar oferecendo serviços de saúde mental em ambos os acampamentos.

MSF também atua na província de Dohuk oferecendo cuidados de saúde primária, saúde mental, partos e serviços de saúde materna no campo de Domeez.

 

Leia mais sobre