Você está aqui

Sul-sudaneses buscam refúgio em Uganda

24/02/2017

Atualmente, Uganda abriga cerca de 700 mil pessoas que fugiram do conflito e da violência no Sudão do Sul. Em fevereiro, em apenas uma semana, 25 mil sul-sudaneses cruzaram a fronteira que separa os dois países. Organizações humanitárias, como Médicos Sem Fronteiras (MSF), estão trabalhando para impedir o surgimento de epidemias de doenças.

Grande parte dos recém-chegados são acolhidos no complexo de Bidibidi, onde dependem de poços e caminhões para ter acesso à água. (Fotos: Yann Libessart/MSF)
 

Leia mais sobre