Você está aqui

Iraque: com intensificação de confrontos, MSF reforça atuação em Mosul

21/11/2016
Principal objetivo de novos hospitais e instalações de saúde é atender às grandes necessidades de saúde decorrentes do aumento da violência
Iraque: com intensificação de confrontos, MSF reforça atuação em Mosul

Foto: MSF

Conforme confrontos se intensificam em Mosul e seu entorno, a crise humanitária do Iraque continua piorando. Como parte de sua resposta às enormes necessidades médicas, MSF estruturou um hospital de campo com capacidade cirúrgica a cerca de 30 quilômetros ao norte da cidade de Mosul, e está organizando mais um em Qayyarah, a cerca de 60 quilômetros ao sul.

“O objetivo desses hospitais é tratar pacientes gravemente feridos devido ao conflito”, diz Barbara Turchet, coordenadora-geral de MSF no Iraque. “O hospital do norte de Mosul está localizado na principal estrada que leva a Dohuk, e tem como objetivo oferecer estabilização e cirurgias vitais de emergência. Para os que estão gravemente feridos nessa região, oferecer cuidados de saúde o mais próximo possível das frentes de batalha pode ser uma questão de vida ou morte.”

Área de triagem de hospital de campo instalado por MSF (Foto: MSF)“Entre os primeiros pacientes que foram internados, havia uma família cuja casa havia sido atingida por um míssil”, continuou Turchet. “Dois membros da família foram tratados na instalação de MSF. Outros dois foram estabilizados e transferidos para um hospital em Al Shekhan. A maioria dos pacientes tratados ou estabilizados no hospital de campo até agora tiveram ferimentos provocados por estilhaços ou tiros.”

A estruturação do hospital de campo em Qayyaeah veio em resposta às necessidades médicas vistas pelas equipes no sul de Mosul. Da mesma forma que a instalação mantida no norte, o objetivo é oferecer atendimento cirúrgico no composto do centro de cuidados de saúde primária em Qayyarah – o mais próximo possível das frentes de batalha.

A sala de emergência e as alas de hospitalização estão prontas. A unidade cirúrgica está sendo temporariamente instalada em tendas infláveis, na medida em que a finalização de uma estrutura mais robusta, prevista para o interior de contêineres, está pendente.

Os dois hospitais de campo estão conectados a outras instalações médicas já existentes em cidades próximas. Pacientes estão sendo transportados entre as estruturas por ambulâncias geridas pelo Diretório de Saúde. As equipes médicas das instalações de MSF são compostas por profissionais apoiados pelo Diretório de Saúde que, agora, trabalham em conjunto com os profissionais internacionais da organização.

Para aumentar ainda mais sua resposta, MSF está planejando estruturar postos médicos ainda mais próximos às frentes de batalha, onde os pacientes possam ser estabilizados antes de serem encaminhados aos dois hospitais de campo.

Equipes móveis de MSF que já oferecem cuidados médicos e de saúde mental à população internamente deslocada nas províncias de Erbil e Nínive expandiram seu alcance àqueles que se deslocaram recentemente devido aos confrontos em Mosul, e que agora residem em acampamentos em Zelekan (noroeste de Erbil) e Hasansham (oeste de Erbil).

MSF trabalha continuamente no Iraque desde 2006. A fim de assegurar sua independência, MSF não aceita financiamentos de governos nem organizações internacionais para seus projetos no Iraque, e depende unicamente de doações privadas provenientes do público geral do mundo todo para realizar seu trabalho.

MSF inaugura ala de cuidados intensivos no hospital de emergência de Sulaymaniyah. Confira